Tratamento

Tratamento da dependência de drogas

Quem precisa de tratamento?

O tratamento deve ser dirigido às pessoas que se tornam dependentes de drogas. Estas devem ter um tratamento adequado. Consumidores ocasionais e experimentais não precisam de um tratamento específico, pois ainda controlam a vontade de se drogar. Estes tratamentos só funcionam quando o dependente concorda que precisa de ajuda e quer largar as drogas, caso contrário vai continuar a usar as drogas.

 Tratamento da cocaína

“Sete regras básicas para interrupção do consumo de cocaína” (Washton, 1989)

1 – O momento de parar é agora

2 – Deve-se parar o consumo de uma vez

3 – Parar todas as drogas de abuso, incluindo álcool e cannabis

4 – Mudar o estilo de vida

5 – Sempre que possível evitar situações, pessoas e ambiente que causem recaídas

6 – Procurar outras recompensas (fontes de prazer)
7 – Cuidados pessoais: aparência, alimentação, exercício etc.

Que tipos de ajuda terapêutica existem para os dependentes?

Existem diversos modelos de ajuda aos dependentes de drogas:

Tratamento médico;

 

Terapias cognitivas e comportamentos;

 

Psicoterapias;

 

Grupos de auto-ajuda (Narcóticos Anónimos);

 

Comunidades terapêuticas.

 

Fases do tratamento da dependência de drogas

1-  Desintoxicação
Fase em que, sob a supervisão dos médicos, os dependentes de drogas ficam alguns dias na abstinência desse produto. Esta fase estabiliza o paciente, no entanto sozinha não tem impacto no tratamento.

2- Reabilitação
Nesta próxima fase os pacientes aprendem como modificar o seu comportamento para manter a privação das drogas. Entre os inúmeros processos utilizados para este fim pode ser: aconselhamento individual e familiar, aprendizagem sobre dependência e sobre as substâncias que consomem, psicoterapia individual e familiar, medicações contra as vontades de consumo que os indivíduos apresentam, treino social e vocacional e grupos de mútua-ajuda.

3- Cuidados continuados

Muitos dos pacientes têm de continuar com os tratamentos mesmo por longos períodos da sua vida. Deve participar em grupos de ajuda como os narcóticos anónimos e continuar com todos os cuidados que até esta fase tinha.

4- Prevenção de recaídas
Após os tratamentos de desintoxicação e reabilitação seguem-se estratégias com o objectivo de antecipar (e lidar) com as situações em que os pacientes terão possibilidade de recair, ajudando-os a adquirir instrumentos eficazes para evitar uma recaída, também modificando seu estilo de vida. Assim sendo são efectivas na redução da exposição dos indivíduos às situações de risco, fortalecendo suas habilidades de evitar uma recaída.

Por que fazer um tratamento drogas?

De acordo com o nível de dependência em que se encontra o paciente, dificilmente conseguirá largar este vício sozinho devido a vários factores psicológicos e sociais. Por isso um tratamento drogas é necessário, pois na maioria dos casos, o uso de drogas é uma resposta a um problema de ordem psicológicas (depressão, transtorno de ansiedade,..) ou por motivos sociais (para se manter num grupo de amigos, ou porque tem muitos problemas com a família), e esse claramente, também deve ser tratado.

É realmente necessária a internação?

Na grande maioria dos casos, a internação não é necessária. Usuários de drogas leves, com uma boa relação familiar e boas condições de vida, geralmente não precisam de internação. Dessa forma, além do acompanhamento dos profissionais, o dependente pode contar também com a ajuda e o apoio de familiares e amigos. Noutros casos, onde o usuário faz uso de drogas mais pesadas, e não haja um suporte familiar, é aconselhável a internação numa clínica especializada para um tratamento drogas mais intensivo.

O que vai ser tratado?

Além da dependência, todos os outros problemas relacionados com o uso de drogas devem ser tratados. É extremamente importante que esses transtornos recebam a devida atenção, pois se não forem também tratados haverá uma grande probabilidade da pessoa voltar a ser dependente. Por exemplo, caso se trate de uma depressão, não só a dependência deverá ser tratada como a depressão, pois caso contrário, o usuário pode voltar a utilizar drogas por causa da depressão.

Quais são os transtornos psiquiátricos mais associados às dependências?

- Depressão

- Ansiedade

- Obsessivo-compulsivo

-Problemas de personalidade

-Entre outros.

A depressão é o transtorno que mais se associa ao abuso
e à dependência de drogas. Mais recentemente também
se descobriu que os indivíduos com transtornos neurocognitivos
(de aprendizagem) estão mais propícios a se tornarem
dependentes de drogas.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s